quinta-feira, 15 de setembro de 2011

Blogagem Coletiva - Fases da Vida - Morte

Perdi alguém que eu amo muito, que me gerou e que me amou por toda a sua vida. A minha mãe. Hoje está fazendo 2 meses e a dor é tão intensa que não queria me levantar da cama. Sinto tanto a falta dela, parece que vou desfalecer! Só em imaginar que não verei mais a minha mãe, nossas conversas não mais acontecerão, não ouvirei ela me chamar de "anjinho", era assim que ela me chamava, eu fico sem chão. Eu sei muito bem que nascemos, crescemos e morremos só "não sabia que isso aconteceria com a minha mãe". 
Por coincidência o dia do falecimento dela foi o mesmo dia da postagem coletiva. Eu estou em frangalhos. Desculpem-me. 

Gina, Rosélia e Rute. Obrigada pela criação do projeto Blogagem Coletiva-Fases da Vida.
Foi muito bom, uma experiência em que abrimos o nosso coração e falamos de nossos sentimentos, muitas vezes secretíssimos a quem quisesse nos ouvir. 




Naco Zinha Brasil

BEM-VINDO ao meu espaço :-)

29 comentários:

  1. Virginia, Deus vai confortar seu coração, um dia já me senti assim, hoje, já não sinto tristeza e sim uma enorme saudade.
    Linda sua participação.
    Um abraço...Paz e bem!!

    ResponderExcluir
  2. Ah! Virgínia como eu entendo a sua dor, menina. Há oito anos eu perdi a minha e essa dor ainda está aqui. Sinto muito, ela só ameniza. Mas Deus é Pai e você terá ânimo. Parabéns pela sua participação.Beijão e conte comigo!

    ResponderExcluir
  3. Agora entendo seu comentário e sei bem como deve estar se sentindo, infelizmente tenho que te dizer que a dor um dia vai passar, mas o grande vazio, esse não...vai ficar para sempre!
    Muita força, amiga!
    Um grande abraço!

    ResponderExcluir
  4. Querida Virgínia
    "...um ramo de jasmins todo orvalhado"...
    (Amara)

    Havia tecido um comentário e não sei porque não entrou...
    Compreendo a sua dor porque também a sinto pelo meu papai... há 2 anos numa outra dimensão totalmente espiritual...
    Tudo será transformado numa saudade gostosa... Confiemos e vejamos!!!

    Seja feliz e abençoada!!!

    "Simpatia são dois galhos
    Banhados de bons orvalhos"...
    (Ieda)
    Um maravilhoso mês de setembro, repleto de gotículas de orvalho!!!
    Bjm de coração a coração pra VC...

    http://espiritual-idade.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Virginia,meus sentimentos pela sua mãe.Pode passar o tempo que for,mas não dá para esquecer quando uma mãe se vai!Lindo e comovente texto,amiga!Bjs,

    ResponderExcluir
  6. Virginia, no ano passado no mes de setembro perdi uma das pessoas que mais amava: meu pai. Posso te dizer que passei por todas as etapas do luto e esquadrinhei meus sentimentos.Chorei muito, e ainda hoje choro de saudade. Mas há uma promessa que alenta meu coração e com certeza vai te ajudar: Leia tessalonicense 4:13-18. Neste momento acabei de orar por vc e sua família.Gde bjo e fica com Deus. Se precisar estou aqui, é so chamar.

    ResponderExcluir
  7. Puxa,dá pra entender.Fica bem,beijos,chica

    ResponderExcluir
  8. Virgínia,
    O tempo é responsável por amenizar tudo.
    Apesar da sua dor, você conseguiu ver algo de bom, que é partilhar com tantas pessoas esse momento.
    Sinta-se abraçada e espero que o conforto lhe chegue em cada mensagem aqui deixada.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  9. É fato cada um tem sua visão. Perdi meu pai ha 4 anos mas é como se fosse ontem, a sorte é que as vezes ele me visita em sonhos e eu me sinto mais tranqüila por saber que todos nós vamos nos encontrar. Hoje eu cuido do meu "bebê" que é minha mãe de 73 anos que necessita de muito cuidado amor e paciência pois é muito doente. Infelizmente por mais esclarecimento não temos ainda fortaleza o suficiente para entender e aceitar a morte. Abraços paz e luz!

    ResponderExcluir
  10. Quando perdemos um ante querido tão próximo,ninguém consegue nos consolar,somente o tempo vai curar as feridas,mas a saudades sempre ficará.Beijos

    ResponderExcluir
  11. Olá Virgínia, ainda não passei por essa perda mas acredito que deva ser terrível; não posso imaginar a dor que deves estar sentindo, do silêncio para sempre do som daquela voz tão doce ouvida desde teu nascimento. Quero que Deus te console, te enlace, te acalente com aquele Amor de Paizão, enxugando todas tuas lágrimas!
    Tenha certeza de que se pudesse te daria todas aquelas janelas ou pelo menos a mais linda,a mais decorada, se tivesse a certeza de que através dela fosse possível contemplar a alegria de tua mãe lá do outro lado!
    Que Deus te abençõe, Dolly

    ResponderExcluir
  12. Olá Virginia
    Posso imaginar como se sente.
    Só nos braços do nosso Senhor encontramos consolo.
    Fique com Deus.
    Beijo
    Maria Luiza (Lulú)

    ResponderExcluir
  13. Amada eu imagino seu sofrimento pq minha mãe também sofre muito de muitos problemas e a gente que cuida vive um dia após o outro sempre preocupadas, as vezes eu levanto da cama (moro na casa dos fundos com o marido) e vou ate a casa da frente ver se ela está bem. Mas a gente sabe que um dia nossa mãe, nosso pai se vai. O que me conforta muito foi que após 3 meses da morte do meu pai (eu não pude falar o que eu queria dizer a ele antes de ele partir) ele veio segurou minha mão, estava muito iluminado, bonito e pediu pra eu dizer a ele o que eu queria dizer eu disse ele deu a resposta e estava muito iluminado muito bem e disse que tinha que ir, quando eu "acordei" não conseguia parar de chorar mas valeu muito.Um dia todos nós precisamos deixar esse fardo da terra, do corpo e ir para um lugar melhor, encontrar os nossos ter a paz que muitos não tiveram aqui. Reze muito, converse muito com sua mãezinha, ela é um espírito livre agora dos impedimentos da matéria e com certeza olha por você então deixa ela te ver mais feliz para ela se felicitar também. Paz e luz se precisar conte comigo.

    ResponderExcluir
  14. Obrigada por sua visita em meu blog. Meus sentimentos pela sua perda! Também perdi minha mãe e pai no mesmo ano e até hoje quando temos que nos reunir na casa dela nos finais de ano, fico pensando que tenho que ligar para ela para combinar tudo! faz 10 anos e sinto muita saudades.
    bjs. Fique com Deus.

    ResponderExcluir
  15. Oi Vírginia!
    É sempre uma dor muito grande quando perdemos nossa mãe, ficamos sem chão. Perdi a minha quando tinha 13 anos e bem sei. Com o tempo a dor será substituida por uma grande saudade. Tenha fé!
    Beijos e paz!

    ResponderExcluir
  16. Olá Virgínia
    Um momento de dor que nos encolhemos e queremos voltar ao colo da mamãe. Ela sempre estará viva dentro de nós. Sus lembrança, suas palavras e ensinamentos estão ém voc~e que dará continuidade.

    Ador passará e a suadadeocupará esse espaço.

    Um beijo no seu coração

    ResponderExcluir
  17. Virgínia querida,

    Cada pessoa tem seu tempo de luto e seja o tempo que for o seu, respeite.
    Confie que todos nós já temos um novo caminho a trilhar depois que sairmos deste planeta.
    Eu sei muito bem que não é fácil, pois convivi com muitas ausências na minha vida, e também da minha mãe com 15 anos de idade, e tive meus períodos de dor.....mas o tempo ameniza muito.
    A morte é um processo muito doloroso, pois nos apegamos demais com as pessoas....no caso de mãe então, até cortarmos este laço energético sofremos muito.
    Mas não deixe que perdure por muito tempo, você precisa viver intensamente aproveitando ao máximo a presença de todos que te cercam, pois a vida é isto: viver, aprender, evoluir e partirmos para novos horizontes.
    A vida sempre continua, aqui ou em outros planos estaremos sempre trilhando nosso caminho para a evolução MAIOR, que é o retorno ao PAI.
    E tenha uma certeza em seu coração, ela estará sempre vibrando muita Luz para você e desejando sempre a sua felicidade, então faça o mesmo por ela.
    Pois seja o plano que ela estiver, ela está sendo muito bem amparada por todos que estão com ela.

    Um grande beijo em seu coração!!!

    ResponderExcluir
  18. Virginia,
    entendo que a dor é tanta que parece que falta um pedaço de nós.Nesse momentos agarre-se ás boas lembranças e á certeza de que ela,de onde está, zela por vc e não quereria vê-la desalentada. Essa dor só o tempo acalma.Tenha fé e persevere pois vc é a continuidade dela por aqui. Lembre-se disto.
    Vi e agradeço tua presença lá no Fractais e ao chegar me encantei com as artes e tudo o mais por aqui. Vamos seguindo de mãos dadas então!
    Um bjo e fique em Paz.
    Calu

    ResponderExcluir
  19. Amiga!
    Este é um momento que todos teremos que passar infelizmente, e sabemos que nenhuma palavra consola esta dor. Só o tempo e o amor de Deus vai amenizando-a. Tenha força o persevera na oração. Um grande abraço. Ieda.

    ResponderExcluir
  20. Virginia,

    Sei como você se sente. Eu pensei justamente nisso. Exatamente no dia da blogagem, falando sobre o tema, que lhe faz sofrer tanto.
    Nunca nos preparamos pra isso, parece que pensamos que nunca vai acontecer em nossas famílias.
    Você precisa sair desse momento de tristeza profunda. A sua mãe não era assim, e nunca passou isso pra vocês. Tenha força amiga, ela está no céu, e enquanto esteve aqui, espalhou muito amor.
    Tenha um lindo dia. Beijos

    ResponderExcluir
  21. Minhas queridas amigas, muito obrigada pelas palavras de conforto, estou precisando. Um bom dia a toda. Beijos.

    ResponderExcluir
  22. Oi, Vírginia!

    Eu sinto muito! Peço a Deus que lhe dê todo o conforto, para que passe por esta fase tão dolorida com o coração cheio de esperanças.
    Você retratou,literalmente,o que significa para nós a morte física... o que ela nos traz...
    Mas, o tempo se encarregará de sanar esta dor, e deixará apenas a saudade, pois essa, jamais passará...

    Um abraço
    Socorro Melo

    ResponderExcluir
  23. Virgínia, vim retribuir seu comentário no meu Quintal. Todos já tivemos esse sentimento, pelo menos quem já "perdeu" alguém amado. Mas não pense assim. Nada se perde na casa do Pai, e Ele não nos faria seres amados e amantes se fosse para nos separar eternamente.
    Tenha a certeza de que sua mãe ainda está ao seu lado.

    beijos

    ResponderExcluir
  24. Olá querida,
    não sabia que você havia passado por essa provação há pouco tempo...
    Sinta-se abraçada e muito amada por nós. Que o nosso amor coletivo possa proporcionar-lhe um pouquinho de colo de mãe.
    Estarei enviando vibrações positivas para iluminar seu coração.
    Mil beijos além-mar.
    Rute

    ResponderExcluir
  25. Virginia...sinto muito!!!
    Neste momento receba meu abraço e palavras não vão consolá-la, mas aliviarão seu coração.
    Que Deus te abençõe!
    Paz e bem

    ResponderExcluir
  26. Estou certa q sua mãe continua olhando por vc. Comparo a vida com um fio de linha, que um puxão um pouco mais forte, se rompe. Mas será isso de fato uma separação? Ou apenas uma mudança de estado? Eu acredito na segunda hipótese e q um dia nos reuniremos com nossos entes queridos em uma situação muito melhor. Q Deus te dê força para compreender e aceitar a Sua vontade. Muita paz!

    ResponderExcluir
  27. Só Deus pode consolar seu coraçãozinho, querida.
    Confia toda dor a Ele.
    Obrigada pelo comparecimento ao meu blog.
    Beijos de paz

    ResponderExcluir
  28. Oi Virginia. Bom dia. Sei realmente o que diz, pois, perdi minha mãezinha em março de 2010. Já se fez um ano e seis meses e a dor fica a cada dia mais intensa ao se misturar com a saudade. Só posso te dizer que não entre em desespero pois sabemos que isso não é bom para nós mesmas. Não faria trazer esta pessoa tão amada de volta e só fazendo sofrermos ainda mais. Quando o desespero da saudade chegar, feche seus olhos mentalize ela sorrindo e faça uma oração de paz e conforto para a alma dela. Só assim vc encontrará Deus te envolvendo em seus braços de Pai. bjs e que Deus te abençoe.

    ResponderExcluir
  29. Olá, Virgínia!Pense nos bons momentos que passou com sua mãe e sinta come se fosse um beijo que ela lhe desse. Com certeza, onde ela estiver, vai sentir-se melhor ao ver que a filha está se recuperando da dor da perda, porque saudade é uma coisa que não acaba, pode é ficar mais leve.
    Receba o meu abraço virtual cheio de vibrações positivas!
    Beijinhos

    ResponderExcluir

O Arte Livre Vimajê fica muito feliz com o seu comentário.
Quando a curiosidade mata um gato. Não me deixe morrer. Muito obrigada pela gentiliza. Abraços.

Related Posts with Thumbnails